Páginas

31 de out de 2015

Resenha - Gremlins (1984)

Olá, pessoal. Hoje venho trazer para vocês a resenha de Gremlins, um filme muito conhecido e um tanto antigo de direção de Joe Dante e produção de Steven Spielberg

O filme pertence ao gênero de humor negro. Foi feito pela Amblin Entertainment e distribuído pela Warner Bros.


Sinopse:  Um homem presenteia seu filho com um estranho animal da espécie Mogwai. O rapaz não respeita as regras para a boa convivência com o animal e um grande perigo toma conta não só da sua casa mas de toda a cidade.


O longa começa com um senhor inventor chamado Rand Peltzer à procura de um presente especial de Natal para o filho, Billy Peltzer, em Chinatown. Quando entra em uma loja e apresenta ao vendedor/comprador sua mais nova invenção, um objeto que ele chama de "o amigo do banheiro", aproveita também para procurar um presente para Billy. E ele encontra um Mogwai, um bichinho super fofo e encantador. Só que o velhote não quer vendê-lo, com a justificativa de que o animal traz muitas responsabilidades. No fim das contas, Rand acaba conseguindo comprar o animal. Ele foi informado de três coisas: 1) Nunca poderia deixar o Mogwai em contato com a luz, principalmente a luz solar. Isso o mataria; 2) Mantê-lo fora da água; 3) A mais importante de todas as regras, nunca alimentá-lo depois da meia-noite.
   
Eu queria tanto ter um desses.
Google Imagens


Já em Kingston Falls, uma pequena cidade, Rand entrega o presente ao seu filho, que fica maravilhado com a surpresa. Billy trabalha como caixa em um banco e está interessado pela colega de trabalho, Kate Beringer. Simultaneamente, um rapaz orgulhoso e esnobe chamado Gerald tenta usar a influência que possui para conquistar Kate.

Tudo estava correndo muito bem até que, acidentalmente, Billy deixa que um pouco de água entre em contato com o Mogwai. Umas bolas de pelo começaram a ser expelidas das costas do animal, e em seguida, tornaram-se novos Mogwais, tão encantadores quanto o primeiro.

Mas o que Billy não sabe é que esses novos Mogwais têm uma afinidade particular por objetos mecânicos. Quando ele menos espera, os animais se juntam para destruir o relógio do quarto de Billy. Agora com as horas erradas e os animais berrando e implorando por comida, Billy não vê motivo para não alimentá-los. O que acontece é que eles se tornam criaturas horrendas e perversas, que só querem provocar o mal e a desordem.
Gremlin-malvado-suposto-líder.
Google Imagens
"Cuidado com os estrangeiros. Eles botam gremlins nas máquinas. Os mesmos gremlins que derrubaram nossos aviões na "grandona" [Segunda Guerra]. [...] Continuam [os estrangeiros] mandando-os pra cá. Nos carros, nos televisores e naqueles aparelhos que colocam nos ouvidos. Nos relógios. Gremlins verdes."  Sr. Futterman, aos 33 minutos de filme.

Confesso que não gostei tanto assim do filme quanto esperava. Gostei do fato de a confusão ter sido personificada na forma de gremlins e, apesar de eles serem criaturas um tanto quanto malévolas, possuíam até algumas características humanas: jogavam poker, cantavam recitais natalinos, fumavam e tinham um apreço muito grande pela Branca de Neve e os Sete Anões. HAHA. Hilário demais.

E para quem ainda não sabe, o produtor do filme se baseou em relatos reais de ex-soldados de guerra durante a Grande Guerra que atribuíam a criaturinhas - os gremlins - falhas mecânicas nos aviões. Só assim mesmo para tanto avião ser abatido, né gente? 

O longa-metragem se encerra com Rand dizendo:

"Se seu ar-condicionado ou sua máquina de lavar quebrar ou se seu aparelho de vídeo enguiçar, antes de chamar o técnico acenda todas as luzes, e olhe dentro de todos os armários e embaixo de todas as camas. Porque nunca se sabe. Pode haver um gremlin na sua casa."

A sequência de Gremlins é Gremlins 2 - A Nova Turma (1990), que eu ainda não assisti. 

Confiram o trailer do filme (em inglês):


Nenhum comentário:

Postar um comentário

 Mapa Literário