Páginas

12 de jun de 2017

Voo


Eu não consigo alçar voo
e continuo no mesmo lugar.
a sua vida seguiu, como sempre,
como deveria,
e eu nunca fiz nenhuma diferença.
eu não voo porque ainda tenho esperança
mesmo que suas ações e palavras me mostrem que eu nunca deveria ter tido alguma.
mas é o coração, e ele é burro demais. eu continuo sofrendo e esperando que você permaneça. a questão é que você nunca esteve. você já está bem longe daqui, conseguiu alçar voo.
mas eu continuo no mesmo lugar, estagnada e esperançosa, desejando que algo aí em cima
te faça descer e ficar, pelo menos dessa vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 Mapa Literário